Masculinidade 2.0: Um Currículo para Promover um Futuro de Masculinidades com Equidade de Gênero

Manhood 2.0 é um currículo transformativo de gênero desenvolvido por Promundo e Universidade de Pittsburgh para envolver jovens de 15 a 24 anos em reflexões sobre os impactos de normas de gênero prejudiciais, especificamente aquelas que envolvem questões como gravidez na adolescência, violência no namoro, violência sexual e LGBTQI+fobia. A iniciativa é uma adaptação do Programa H, um programa baseado em evidências lançado por Promundo e parceiros em 2002 e adaptado em mais de 35 países ao redor do mundo. Subjacente a essa abordagem está o conhecimento de que as maneiras pelas quais os meninos e os homens jovens são socializados têm profundas implicações para a saúde, o bem-estar e a segurança de todas as pessoas.
Este manual foi criado para ser usado por facilitadores que trabalham para envolver homens jovens em equidade de gênero, prevenção de violência e criação de relacionamentos mais saudáveis ​​e mais justos. O currículo inclui uma série de sessões para permitir que os jovens reflitam e construam apoio coletivo para fazer mudanças positivas e saudáveis ​​em suas vidas. Empregando a lente da interseccionalidade, Masculinidades 2.0 encoraja os jovens a refletirem criticamente sobre suas identidades nos contextos específicos em que são formadas.