Gender, sexual behaviour and vulnerability among young people

Este capítulo ilustra como o gênero representa uma complexa interação de fatores contextuais e individuais, que criam vantagens e desvantagens para jovens mulheres e homens jovens em termos de sexualidade e questões de saúde. Utiliza-se um modelo ecológico para enfatizar como as normas de gênero se relacionam com o comportamento sexual e são internalizados pelo indivíduo através de uma interação de fatores, incluindo processos cognitivos, relações com a família, grupos de amigos, parceiros íntimos, acesso à e qualidade de suportes, serviços e políticas sociais disponíveis. Com base nessa discussão, o capítulo também destaca exemplos de como os programas podem realizar com sucesso estratégias que abordam gênero, identificando algumas direções promissoras para intervenções.

In Ingham R, Aggleton P (eds) Promoting young people’s sexual health. London, Routledge, 61-78, 2005.