Notícias Promundo nº7

Para o Promundo agosto é o mês da valorização da Paternidade. Assim, essa newsletter é dedicada a todos os homens que exercem o cuidado, a divisão de tarefas domésticas e a afetividade, sendo eles pais ou não. Em todo o mundo, mulheres e meninas continuam a assumir a maioria das atividades domésticas, apesar de representarem 40% de toda a força de trabalho remunerada. A participação limitada dos homens nas tarefas que envolvem cuidado (referentes ao cuidado com as crianças e cuidado de outros nas configurações familiares) continua a ser uma grande barreira para a igualdade de gênero e a autonomia das mulheres. Portanto, valorizar a paternidade é favorecer relações mais justas e igualitárias entre homens e mulheres.

Ativa em 16 países, a campanha global de Paternidade Mencare (www.men-care.org), coordenada por Promundo e Sonke Gender Justice, reuniu parceiros de diversas partes do mundo na Cidade do Cabo, África do Sul, no mês de junho, para dialogar sobre o futuro da campanha e trocar experiências sobre iniciativas de valorização da Paternidade. No Brasil, a campanha de Paternidade “Você é meu pai!”, lançada em 2012, através do site – www.voceemeupai.com – disponibiliza publicações, informações e materiais da campanha. O projeto “Mais Pai!”, financiado pela Embaixada da Holanda, que acontece além do Brasil, em Ruanda, África do Sul e  Indonésia, está desenvolvendo uma campanha de comunicação junto a estudantes do ensino médio de escolas da rede pública do Rio de Janeiro, que será lançada em novembro.

Neste mês, o Promundo apoiou a realização do Seminário Nacional Paternidade e Cuidado na rede SUS, que aconteceu no Rio de Janeiro entre os dias 21 e 23 de agosto. Eduardo Chakora, coordenador da Área Técnica da Saúde do Homem do Ministério da Saúde, fala sobre o evento no artigo “Seminário Nacional sobre Paternidade e Cuidado na Rede do SUS discute a participação dos homens durante pré-natal, parto e puerpério”.

Entrevistamos Patrick Godana, da Sonke Gender Justice, organização da África do Sul, que nos relata como tem sido o trabalho de valorização da paternidade neste país e a importância de engajar homens no cuidado, tendo o contexto africano como pano de fundo.

O envolvimento dos homens nos papéis de cuidado e na paternidade tem sido uma importante ferramenta para alcançar a equidade de gênero e o Promundo aposta neste caminho. Junte-se a nós!

Boa leitura!