Considerando gênero: Guia prático para iniciativas de desenvolvimento rural nas Ilhas Salomão

A maioria dos salomônicos vive em comunidades rurais e depende dos recursos naturais para sua subsistência. Para muitas pessoas, as formas de gerar renda ou produzir alimentos, fora da pesca e da agricultura em pequena escala, são limitadas. Muitos atores de desenvolvimento (por exemplo, agências governamentais e organizações não-governamentais) trabalham com pessoas nas comunidades rurais para desenvolver e melhorar meios de subsistência, segurança alimentar e sustentabilidade ambiental. No entanto, as iniciativas de desenvolvimento enfrentam, muitas vezes, desafios para melhorar a vida de todas as pessoas, devido às desigualdades de gênero que limitam as possibilidades de certos indivíduos, principalmente mulheres, em participarem e se beneficiarem das oportunidades de desenvolvimento.

Este guia resume as descobertas e o compartilhamento de conhecimentos de dois workshops entre 2015 e 2016 com representantes dos governos nacional e provinciais e de organizações não-governamentais das Ilhas Salomão. Combinando essas idéias e descobertas de um estudo de WorldFish foi possível formular uma abordagem transformadora de gênero, em que os atores de desenvolvimento e as comunidades trabalham em parceria para identificar, examinar, questionar e tentar mudar, de maneira localmente adequada, normas de gênero prejudiciais ou desigualdades e desequilíbrios de poder entre as mulheres e os homens.