A Radical Agenda for Men’s Caregiving

A agenda de equidade de gênero há muito tempo já discute a carga desigual do trabalho relacionado a cuidados para as mulheres e meninas. Mas este debate é raramente focado em como criar as condições necessárias para homens e meninos realizarem mais tarefas de cuidado e serem parte de um esforço global para valorizar o trabalho relacionado a cuidado, independentemente de quem o realiza. Nesta análise de dados e tendências globais, Gary Barker defende uma mudança radical da conversa para entender a resistência às tarefas de cuidado por parte dos homens, os benefícios da maior participação no cuidado para os homens, além de fornecer um conjunto de recomendações de políticas para promover esta mudança.